Registros RSS

Encontro com ministra do Equador

18-07-2014

O ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE), Guilherme Afif se reuniu com a ministra da Inclusão Econômica e Social do Equador, Beatriz Tola, para discutir a respeito das políticas de apoio às micro e pequenas empresas, o trabalho que tem sido desenvolvido com o artesanato brasileiro e o fortalecimento e expansão dos setores.

De acordo com Guilherme Afif, a presença da ministra equatoriana na SMPE  é de extrema importância para que outros países saibam das melhorias que estão ocorrendo no Brasil. “Foi uma grande satisfação receber a ministra Beatriz Tola, muito mais pelo interesse dela em conhecer as políticas de apoio às micro e pequenas empresas brasileiras. Falamos sobre a Redesim, o Programa do Artesanato Brasileiro e a universalização do Simples como forma de reduzir a carga burocrática para as MPEs. E é sempre muito bom mostrar o que está sendo feito no Brasil”, disse o ministro.

Afif participa de convenção do PSD

25-06-2014

O ministro Guilherme Afif participou nesta quarta-feira, 25, em Brasília, da Convenção Nacional do PSD que ratificou o apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff. Afif, que é um dos fundadores do partido, elogiou Dilma pelo seu apoio ao empreendedorismo no Brasil e as medidas adotadas para melhorar as condições do Micro Empreendedor Individual (MEI).  O ministro destacou ainda a coragem da presidente na criação de um ministério voltado exclusivamente à grande maioria dos pequenos empresários.

O respeito que a presidente Dilma tem junto às mulheres foi um dos pontos destacados por Afif. “Vejo entusiasmo das empreendedoras que tem a senhora como paradigma de mulher lutadora, daquela de três jornadas e que ainda sustenta uma família”.

Sobre a aliança partidária, o ministro ressaltou que o PSD é um partido programático que não tem conveniências e que defende as suas convicções. “A senhora se identifica conosco e a gente com a senhora. Há muito tempo estamos juntos e hoje foi somente a formalização desse apoio. Tenho certeza, presidente, que juntos chegaremos lá”, disse.

Clique aqui e leia a íntegra do Manifesto à Nação Brasileira 

Homenagem da classe contábil

05-06-2014

O ministro Guilherme Afif participou na tarde desta quarta-feira (4), da reunião de presidentes do Sistema CFC/CRCs (Conselhos Regionais de Contabilidade), no plenário do Conselho Federal de Contabilidade, em Brasília-DF. Na ocasião, o ministro foi homenageado por sua contribuição à classe contábil brasileira. Entre as contribuições citadas pela entidade está a participação do ministro na  edição da Lei 12.932/13, a composição do Conselho Federal e dos Conselhos Regionais de Contabilidade. O universo contábil brasileiro conta hoje com 82.500 empresas de contabilidade   e cerca de um milhão de profissionais – 500 mil registrados e mais de 400 mil estudantes de ciências contábeis que se preparam para o ingresso na profissão.

Prêmio Prefeito Empreendedor 2014

04-06-2014

O ministro Afif participou na quarta, 03 de maio, da entrega do 8º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, em Brasília. A iniciativa vai premiou 12 prefeitos que elaboraram e implantaram os melhores projetos de incentivo aos pequenos negócios no Brasil.

Afif acredita que incentivar as boas práticas, como acontece com o prêmio, é um bom caminho para o desenvolvimento dos municípios e do País. “Iniciativas como o Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor mostram como o Sebrae é importante para o desenvolvimento de nosso País. O prêmio, que na oitava edição reafirma seu grande sucesso, gera boas práticas de gestão nos municípios e garante um elo com as prefeituras em favor dos pequenos negócios”, destacou.

Neste ano, a novidade da edição foi a inclusão da categoria de projetos que exploram as oportunidades geradas aos pequenos negócios pelos grandes eventos esportivos e trabalhos que ainda estão em fase de desenvolvimento pelos prefeitos que assumiram a gestão dos municípios nas últimas eleições. Também foram premiadas iniciativas inscritas nas categorias: Melhor Projeto do Estado, Lei Geral Implementada, Compras Governamentais, Desburocratização e Pequenos Negócios do Campo.

Impasse adia votação do SuperSimples

29-05-2014

A votação dos destaques do SuperSimples foi adiada mais uma vez. A matéria deveria voltar ao plenário nessa quarta, aproveitando uma janela de votações na pauta da Câmara, mas ficará para a próxima semana. A perspectiva é de que o impasse seja solucionado com a retirada de algumas das quase 20 emendas apresentadas ao projeto e a unificação de outras. Durante a reunião com líderes partidários na Câmara, o ministro Guilherme Afif passou o recado do governo: “O apelo foi para votar; para diminuir ao máximo o contencioso e o que não for possível retirar, levar a voto”, afirmou. “O grande ponto de polêmica se refere às tabelas diferenciadas para vários setores da economia. Há um compromisso de realizar um estudo sobre as mesmas, mas alguns setores querem resolver isso em curto prazo”, esclarece  Afif. Leia a matéria do Jornal do Commércio sobre o novo adiamento da votação neste link.

Reunião com lideranças sobre Simples

27-05-2014

O Ministro Guilherme Afif participou da reunião de lideranças nesta manhã, em Brasília, para discutir a votação dos destaques do SuperSimples que acontece nesta quarta, no Congresso. Por isso, o ministro não poderá ir ao Amazonas e ao Acre com a Caravana da Simplificação como estava programado, pois sua presença é fundamental nesta votação. As novas datas da Caravana serão anunciadas em breve.

Projeto que reduz impostos das MPEs

07-05-2014

O ministro Guilherme Afif  participou nesta quarta-feira (7/5), no Senado, da cerimônia de assinatura do Projeto de Lei 323/2010, do senador Alfredo Cotait, que disciplina o uso da substituição tributária, buscando minimizar seus efeitos sobre os contribuintes optantes do Simples Nacional. A cerimônia foi conduzida pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

O projeto também propõe a redução da burocracia em relação ao recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), vedando a exigência de obrigações tributárias acessórias aos optantes do Simples Nacional. Além disso, estabelece um conjunto de produtos específicos que deverão permanecer sujeitos à substituição tributária por atenderem aos critérios de produção concentrada e comercialização pulverizada – como bebidas, cigarros e pneus – e, que possuam, também, relevância na arrecadação dos estados.

Para o ministro, a assinatura representa um passo importante para garantir melhores condições para as empresas. “Cada passo é um passo de aperfeiçoamento de uma legislação que deu certo. As revisões precisam ocorrer para corrigir algumas distorções. Temos que buscar um caminho que incentive a produção, beneficie o emprego e a concorrência pura. É injusto, por exemplo, jogar na micro e pequena empresa uma carga tributária e burocrática pesada como a que existe hoje. O novo projeto vem para resolver essa burocracia, dar mais agilidade ao processo e criar mecanismos eficientes como o registro único da empresa, disse.

“Precisa explorar o turismo, não o turista”.

28-04-2014

O ministro da SMPE  Guilherme Afif participa, em Natal (RN), do seminário “Motores do Desenvolvimento do Rio Grande do Norte”, com o tema: “Comércio, serviços e turismo: os desafios dos pilares da economia potiguar”.  Ele falou a uma plateia formada por empresários, lideranças políticas e pesquisadores sobre o tema “O setor de serviços como alavanca para o desenvolvimento”.

Afif destacou a importância da capacitação profissional para o setor de serviços. “A qualificação da mão de obra talvez seja o maior diferencial para uma região com atrativos naturais, com investimento em educação básica e em treinamento constante, visando não apenas a capacitar o empresário e o trabalhador – para um atendimento diferenciado ao consumidor de bens e serviços – como a criar em toda a comunidade uma cultura de considerar o turista uma visita importante, que contribui para o desenvolvimento local”, afirmou.

Durante palestra, Afif chamou atenção para um dos principais setores da economia do Estado, o turismo. Segundo ele, ainda é forte no país a ideia de que a vinda de turistas é uma oportunidade de “levar vantagem”.  O ministro disse que é necessário mudar a cultura no setor. “É preciso aprender a explorar o turismo e não o turista”, colocou.  Afif explicou que, para mudar essa mentalidade, é imprescindível os investimentos na qualificação de pessoal. “Investir na mão de obra é prioridade”, disse.

O ministro citou ainda que as micros e pequenas empresas respondem por mais de 98% dos empreendimentos no país e 53% da geração de emprego. “Quando se fala em empreendedorismo, associamos com as microempresas e empreendedores individuais que são a base da economia brasileira”, explicou.

Página 3 de 14