Matérias RSS

Projeto de mudanças do Simples é adiado

10 de dezembro de 2014

Conforme matéria do DCI, a Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa decidiu transferir para a próxima semana a apresentação de projeto que aumenta em até 400% o teto de receita anual para enquadramento no Supersimples. Se aprovada, a proposta deve representar uma renúncia fiscal de R$ 3,94 bilhões.

Proposta para o Simples prevê perda de até R$ 4,5 bi

10 de dezembro de 2014

O site Pequenas Empresas & Grandes Negócios revela que a proposta de alterações no Simples prevê a perda de até R$ 4,5 bilhões em arrecadação somente em 2016 – primeiro ano da vigência do novo sistema. Conforme a publicação, para que a renúncia fiscal não ocorra terá de haver um crescimento da base de empresas hoje na informalidade de 4,2%, estimou o governo.

“Pensar simples é obrigação”, diz Guilherme Afif

10 de dezembro de 2014

A Coluna Secovi destaca a presença do ministro Guilherme Afif no sindicato, quando apresentou as propostas de ações transformadoras em andamento para diferenciar as micro e pequenas empresas no que diz respeito aos tratamentos tributário, previdenciário etc. “Elas são injeção na veia do emprego e da renda. Se cada uma gerar uma vaga teremos nove milhões de novos postos de trabalho”, disse Afif.

Revisão do Simples foi encaminhada para Levy, diz Afif

9 de dezembro de 2014

Conforme matéria em O Estado de S.Paulo, mais de três meses depois de a presidente Dilma Rousseff ter sancionado a universalização do Simples Nacional, o ministro da Micro e Pequena Empresa Guilherme Afif apresentou no Congresso a nova proposta de atualização do regime tributário diferenciado, com uma estimativa total de renúncia na ordem de R$ 3,94 bilhões. O projeto também já foi encaminhado ao futuro ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Mudanças no Simples são regulamentadas pelo CGSN

6 de dezembro de 2014

O Diário do Comércio, de Minas Gerais, informa que o Comitê Gestor do Simples Nacional publicou na sexta-feira, no “Diário Oficial da União (DOU)”, resolução que regulamenta alterações no regime tributário do Simples. Entre outros dispositivos, a resolução divulga as novas atividades exercidas por microempresas e empresas de pequeno porte que poderão optar pelo Simples Nacional a partir de 1º de janeiro de 2015. Agora o ministro Guilherme Afif irá trabalhar na aprovação da proposta.

Página 14 de 39