Entrevistas RSS

PPPs são a base de plano paulista de infraestrutura

28 de Março de 2013

No DCI, o vice-governador Guilherme Afif fala sobre o Programa Estadual de Parcerias Público-Privadas, seu megaprojeto voltado à ampliação da infraestrutura. Os principais projetos somam R$ 49,2 bilhões. “É um dos maiores pacotes de PPP da atualidade”, diz. O programa contempla intervenções na área de mobilidade, água e controle de cheias, saúde, habitação e interesse social, educação, administração penitenciária, planejamento e desenvolvimento econômico e melhoria da gestão.

Precisamos colocar o Brasil nos trilhos

5 de dezembro de 2012

Em entrevista concedida ao jornalista Luciano Pires, da TranspoData Web, o vice-governador Guilherme Afif fala sobre os problemas de infraestrutura nos transportes no estado de São Paulo, as Parcerias Público-Privadas e destaca a mobilidade como prioridade nas caóticas regiões urbanas. Para ele, é preciso investir em transportes ferroviários: estamos muitos atrasados nessa matéria. Precisamos colocar o Brasil de volta nos trilhos, alerta.

Constituinte exclusiva contra puxadinhos constitucionais

julho de 2012

Como remanescente da Assembleia Nacional Constituinte de 1988 e hoje ocupando cargo público, Afif revela à Revista Congresso Nacional o que pensa sobre assuntos como Medida Provisória e divisão de tributos. Sugere mudanças como a convocação de Constituinte exclusiva para combater “puxadinhos constitucionais” e a transferência do papel de vereador para o cidadão comum.

SP perde competitividade por falta de mobilidade, diz Afif

27 de Março de 2012

Em entrevista à Amcham (Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos), o vice-governador de SP Guilherme Afif fala sobre investimentos por meio de Parcerias Público-Privadas e defende o transporte sobre trilhos no lugar do transporte sobre pneus. Afif diz que a região metropolitana perde competitividade por falta de infraestrutura e investimento em mobilidade. “Sempre privilegiamos o transporte sobre pneus. Agora temos que mudar essa matriz com urgência”, afirma.

“Não foi PSD que criou os cargos na Câmara”, diz Afif

26 de dezembro de 2011

Em entrevista ao blog Poder Online, Afif disse não ver contradição no fato de o PSD defender o controle dos gastos públicos e a Câmara aprovar o projeto que criou novos cargos para o partido ao custo de R$ 10 milhões ao ano: “não fomos nós. Foram eles que criaram os cargos. Segundo ele, se os novos cargos não fossem aprovados, “caberia, então, a todos os partidos abrirem mãos de seus cargos para darem passagem ao novo partido”.

Página 13 de 25